Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, HORTO FLORESTAL, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, Spanish, Arte e cultura, Cinema e vídeo



Histórico
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 22/05/2005 a 28/05/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005
 20/02/2005 a 26/02/2005
 06/02/2005 a 12/02/2005
 30/01/2005 a 05/02/2005
 16/01/2005 a 22/01/2005
 09/01/2005 a 15/01/2005
 02/01/2005 a 08/01/2005
 26/12/2004 a 01/01/2005


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Country Craft
 Site da Vivi
 Blog da Deli
 Blog da Sandrinha Guru
 Bruxinha Denise
 Claudia André


Arte e Manhas da Tia Lili
 

Redwork

Que será isso? Trabalho vermelho? Coisa de comunista? Não... trata-se de um estilo de bordado feito unicamente com linha vermelha e que retratam cenas do cotidiano, passagens bíblicas, dias da semana ou feriados, cenas de poemas ou contos infantís, sambonets, etc.

Nem sempre o homem dominou perfeitamente a técnica de tingimento a ponto de possibilitar que um bordado pudesse ser lavado sem "sangrar". Os turcos é que desenvolveram o processo que permite o tingimento de fibras de algodão que ao serem lavadas não desbotam nem soltam tinta, e isso fez com que pessoas comuns pudessem ter acesso a bordados que antes eram restritos ao clero e a alta sociedade da época, porque até então,  somente linhas feitas de seda tinham qualidade suficiente para resistir a lavagens e o preço, claro, inviabilizava o uso por comuns mortais.

Depois disso o bordado em vermelho foi popularizado e era possível encontrar "kits" com quadrados riscados, que eram bordados até mesmo por crianças, para mantê-las ocupadas e também para que dominassem a arte do bordado e da costura. Crianças pobres e orfãs podiam aprender e assim garantir um emprego mais tarde.

Por um tempo esquecido, esse bordado foi lembrado e "renascido" por quilters que os viam em exposições e leilões de quilts antigos. Por vezes, usa-se tingir e manchar o tecido (técnica do pano assado), para que fique com aparencia de antigo.

E, pasmem, existe uma variação, feita com linha azul indigo, que é conhecida como "Blue Redwork", porque usam os mesmos padrões e os pontos de bordado também são os mesmos. "Redwork" agora é sinonimo desse estilo de bordado e não mais somente referencia à cor usada.

Vamos nos render aos encantos do "Redwork"?

Beijos vermelhinhos

Eliana

Eliana Zerbinatti - Artista Plástica e Designer  - 55 11 6232-8688

 

 



Escrito por Eliana Zerbinatti às 11h18
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]